Atendimento online

A proposta do atendimento Be Brave é fazer atendimentos em Psicologia de maneira online.

Seja uma conversa em grupo, plantão ou psicoterapia, a ideia é conectar de maneira online mundos virtuais e concretos, o mundo psíquico e o território, você é a sua comunidade. E nada mais prático do que fazer isso pela via da Internet.

Tenho percebido que esse modo não só encurta distâncias, mas cria condições de observação do mundo offline que vai além das paredes do quarto.

Mas pra isso algumas questões precisam ser consideradas:

* ter Internet

* ter algum lugar onde você sinta que pode falar livremente sem ser incomodado ou escutado. Isso é a sua parte de garantia do sigilo das informações. Da minha parte eu também estarei em um lugar que garanta o sigilo do que nós vamos conversar e suas informações são guardadas conforme prevê o Código de Ética do Psicólogo.

O modo de funcionar nosso nos atendimentos online podem ser síncronos ou assíncronos. Ou seja, podemos conversar via videoconferência (preferencialmente) ou áudio, ou por mensagens de texto (caso isso seja necessário).

Ser atendido online tem diferenças do atendimento presencial, na minha visão não é nem melhor nem pior, apenas diferente. Talvez o atendimento online seja um meio possível de conseguir atendimento na sua realidade. Talvez sua Internet não permita um atendimento online de qualidade, então o presencial pode ser mais interessante pra você.

Mas se você quer um atendimento com um psicólogo que está em um lugar diferente do seu, se você busca exatamente isso, se você vive frequentemente viajando ou tem dificuldades em ir até um local de atendimento psicológico por questões de mobilidade reduzida, o atendimento online é pra você.

Agora, se você está num momento de crise psiquiátrica, pode ser que seja necessário também o atendimento presencial.

%d blogueiros gostam disto: